A temperatura ideal para dormir melhor

A temperatura ideal para dormir melhor

Calor demais ou frio demais não combinam com uma boa noite de sono. Nossa chief dreamer officer, Lucia Barros, escreve sobre a temperatura ideal para você ter a melhor noite de sono, e como o tecido do seu pijama tem influência direta sobre a qualidade do seu descanso.

Dormir bem afeta positivamente a nossa vida como um todo: do humor à performance nos estudos ou trabalho, dos relacionamentos com os outros à memória. Nesta série sobre a saúde do sono venho compartilhando um pouco do que aprendi ao longo dos anos, nos meus estudos sobre wellness, o nosso bem-estar. E hoje vamos falar da temperatura ideal para dormir. Isso existe?

Sim, da mesma forma como a luz afeta a qualidade do sono, também a temperatura tem seu impacto. Calor demais ou frio demais afetam negativamente todo o processo de dormir: desde pegar no sono, ter ou não o melhor descanso, ter sonhos ou pesadelos, acordar durante a noite e acordar de manhã revigorado ou ainda mais cansado.

A maioria dos especialistas indica que a temperatura ideal para dormir fica entre 18 e 22 graus Celsius. E por que é tão importante que essa faixa de temperatura seja observada?

O nosso organismo começa um processo de esfriamento natural assim que nós pegamos no sono. E essa diminuição da temperatura pode chegar a dois graus nos estágios mais profundos de sono, especialmente durante a fase REM (do termo em inglês rapid eye movement, ou movimento rápido dos olhos), o chamado sono profundo — mais difícil de alcançar e também a fase mais importante para o nosso corpo.

Em média, passamos por quatro a seis ciclos durante o sono, que variam desde um estágio mais leve até o mais profundo. É durante a fase REM que acontece uma intensa atividade cerebral, quando sonhamos e quando o cérebro libera importantes hormônios que levam ao relaxamento. Porém, durante essa fase, acontece uma redução da nossa capacidade de regulação da temperatura corporal. E é então que se estivermos passando calor ou frio, o sono REM acaba sendo interrompido — e as consequências são várias e importantes.

Podemos acabar desenvolvendo uma propensão para engordar, ter uma piora de desempenho físico e de memória, além de enfraquecimento imunológico (o que abre as portas para doenças). No caso de crianças e adolescentes, a liberação do hormônio do crescimento pode acabar comprometida, com reflexos negativos em todo o seu desenvolvimento. Se a noite mal dormida se tornar uma sequência de noites sem qualidade de sono, há ainda o risco de a pessoa desenvolver insônia.

A importância do ambiente e dos tecidos

Para manter a temperatura do quarto, vale utilizar ar condicionado e umidificador de ar. Mas também é fundamental prestar atenção aos tecidos dos lençóis e do pijama ou camisola.

Sempre dê preferência aos tecidos que permitem a respiração da pele, pois só assim seu corpo pode regular melhor a sua temperatura, o que impacta diretamente na sua saúde, como acabamos de ver. É por isso que aqui na Lillas en Provence nós só trabalhamos com tecidos premium: fibras naturais como o algodão, o linho e a seda; ou fibras inteligentes como as malhas de bambu e de banana. Esse tecidos preciosos são bem mais caros do que o poliéster que a maioria absoluta das marcas de pijamas usa — mas quanto vale a sua saúde? É possível fazer tecidos lindos e de toque delicioso à base de poliéster, mas na Lillas eles não entram para a confecção de pijamas e camisolas, pois não permitem a regulagem da temperatura corporal necessária para que você tenha um sono de qualidade. É por isso que dizemos com convicção: nossas escolhas são conscientes, pela sua saúde, pela nossa saúde.

Outras duas boas dicas são: tomar um rápido banho quente antes de ir se deitar, pois assim o corpo vai resfriando a temperatura naturalmente, o que induz à sonolência; e deixar os pés e as mãos para fora da coberta. Boa noite! E bons sonhos!

Se você quiser saber mais sobre os nossos produtos, fale com a gente no WhatsApp. Para nós é sempre um prazer atender você.